Custo de Produção Safra 2021/22 – Relação de troca entre produtos agrícolas e insumos

  • Post published:31 de maio de 2021
  • Post category:Artigos

Em 2021, Santa Catarina produziu uma safra menor de grãos, foram 5,80 milhões de toneladas na safra 2020/21, contra as 7,07 milhões de toneladas produzidas na safra 2019/20, um redução de 17,91%. Mais uma vez, problemas decorrente da ação negativa de eventos
climáticos extremos, como estiagens e geadas, comprometeram o desenvolvimento das lavouras, resultando numa redução da área plantada e da produtividade de muitas lavouras. Isso fez com que nosso estado caísse uma posição no ranking nacional na produção de grãos, descendo da nona para a décima posição. 
Para que possamos melhorar nossa produção de grãos, é fundamental que se faça o uso racional dos insumos e fatores de produção disponíveis ao produtor. Assim, por mais que saibamos que cada produtor tem seu próprio custo de produção em função dos fatores de produção de que dispõe, o planejamento da safra passa a ser fundamental e requer uma análise cuidadosa de todos os itens que compõem os custos de produção. 
Com muitos insumos sendo reajustados pelo equivalente a variação da cotação do dólar, analisar custos é fundamental na hora de decidir o quanto, onde e quando plantar. Nesse sentido, analisar a relação de troca, pode auxiliar o produtor na tomada de decisão. Trata-se de um indicador que mensura a capacidade de compra de um insumo com a receita apurada na venda do produto, ou seja, a quantidade de produto agrícola necessário para a aquisição de um determinado insumo. Artigo na integra

Ano: 2021

Autor:
João Rogério Alves – Epagri/Cepa