Custo de produção

As planilhas de custos de produção apresentadas neste site são referenciais para as principais explorações agropecuárias em Santa Catarina.  Cada custo procura refletir o nível tecnológico e a eficiência dos sistemas de produção, mais freqüentemente desenvolvidos no Estado. Entretanto, as planilhas apresentam a discriminação de todos os componentes e seus respectivos coeficientes técnicos, possibilitando aos interessados efetuarem ajustes, adequando-as à realidade de sua exploração. Além disso, temos o propósito de estabelecer e de manter um processo constante e dinâmico de revisão e aperfeiçoamento das planilhas de custos. Desta forma, todas as críticas e sugestões serão bem vindas. Novas planilhas de custos, referentes a outros produtos, estão sendo elaboradas e serão disponibilizadas, gradativamente, na medida em que forem concluídas.

Custo de produção de leite

(*) Nota para o custo de produção do leite do Conseleite/SC

O objetivo fundamental do Conseleite/SC é divulgar mensalmente valores de referência para o leite, que são calculados considerando-se diversos parâmetros e variáveis, entre os quais, a participação do custo de produção do leite no custo de fabricação e comercialização dos derivados lácteos produzidos pelas indústrias participantes.
Por conta disso, em 2007 o Conseleite/SC determinou que, sob a coordenação de professores da Universidade Federal do Paraná, a sua Câmara Técnica, formada paritariamente por técnicos indicados pelas indústrias (“bancada” industrial) e pela Faesc (“bancada” rural), criasse um conjunto de sistemas de produção de leite representativos das diferentes tecnologias e volumes diários de produção no Estado, que serviram de base para o cálculo de um custo médio de produção de leite.
Em face de serem sistemas dinâmicos, de tempos em tempos o Conseleite/SC determina que a Câmara Técnica proceda a revisão/atualização desses sistemas referenciais de produção, e dos seus respectivos custos de produção do leite, que são atualizados periodicamente, conforme os levantamentos dos preços pagos pelos produtores, da Epagri/Cepa.

A revisão/atualização mais recente se deu nos transcorrer de 2017 e primeiros meses de 2018, e os custos publicados a partir de abril de 2018 pela Epagri/Cepa tomam por base essa revisão/atualização e os preços pagos pelos produtores, levantados pela Epagri/Cepa nos meses de abril, julho e outubro de cada ano. Destaca-se que os sistemas de referência descritos procuram representar os resultados considerados modais pela Câmara Técnica, da atividade leiteira nas propriedades rurais catarinenses.

Dúvidas, críticas e sugestões entre em contato com gpa@epagri.sc.gov.br.

© 1996 - 2018 Epagri. Direitos reservados