Intercooperação na cadeia de suprimentos do complexo carnes no estado de Santa Catarina

O presente trabalho tem por objetivo analisar a intercooperação, a gestão e a governança do setor cooperativo de Santa Catarina, voltado ao fortalecimento da cadeia de produção de milho, principal fator na competitividade da  cadeia de proteína animal catarinense. A intercooperação, associada à governança e à gestão estratégica setorial, mostrou-se eficiente e decisiva no incremento da produtividade do milho, trazendo relevantes benefícios na redução do déficit de energia para a cadeia de proteína animal. Destaca-se a atuação da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina como âncora na implantação do programa de incentivo à produção agrícola catarinense, denominado Terra Boa – Sementes de milho, gerando valor para os mais de 69 mil associados das 52 cooperativas agropecuárias do sistema OCESC. A intercooperação se apresentou como elemento decisivo para implementação de mecanismos de gestão profissional, liderança e consolidação setorial na produção agrícola estadual.  Artigo na integra

Ano: 2018

Autor (es):
Reney Dorow, Epagri/Cepa
Alexandre Luís Giehl, Epagri/Cepa
Jurandi Teodoro Gugel, Epagri/Cepa

© 1996 - 2019 Epagri. Direitos reservados