Produção de bovinos em Santa Catarina: Uma análise da regionalização dos abates (2013-2018)

A produção de carne bovina responde por 4,6% do VBP da agropecuária catarinense. Apesar disso, sua dinâmica é pouco conhecida. Neste estudo, buscou-se identificar a localização dos abatedouros de bovinos do estado, classificando-os segundo o tipo de inspeção, bem como o número de animais abatidos por mesorregião. Analisou-se também a evolução dos índices entre 2013 e 2018, tentando identificar tendências. Verificou-se que a mesorregião Oeste Catarinense concentra 41,4% dos abatedouros, a maioria com SIM. Contudo, o maior número de animais é abatido no Vale do Itajaí (49,8%), que reúne os maiores frigoríficos. Entre 2013 e 2018 o número de estabelecimentos caiu 18,7%, em especial pelo fechamento de unidades com SIM, a maioria no Oeste. Evidencia-se um processo de concentração, que se expressa pelo fechamento de abatedouros de menor porte, além da ampliação da participação do Vale do Itajaí nos abates. Tal situação tende a se acentuar com a expansão da zona livre de aftosa sem vacinação.  Artigo na integra

Ano: 2019

Autor:
Alexandre Luís Giehl, Epagri/Cepa

 

© 1996 - 2019 Epagri. Direitos reservados