Relação entre preço do leite e abate de vacas leiteiras em Santa Catarina

  • Post published:9 de maio de 2022
  • Post category:Artigos

A pecuária leiteira é uma das principais atividades produtivas da agropecuária catarinense, com crescente importância socioeconômica. O estado também tem registrado aumento no abate de bovinos, havendo associação entre os dois processos, já que os animais excluídos dos plantéis leiteiros normalmente destinam-se ao abate. O descarte de vacas leiteiras se dá principalmente por aspectos como o declínio produtivo e problemas sanitários, locomotores e reprodutivos. Contudo, são comuns referências à influência das quedas no preço do leite sobre a taxa de descarte, questão ainda pouco estudada. O presente artigo busca analisar a correlação entre essas duas variáveis. Para tanto, utilizou-se o preço médio mensal do litro leite em Santa Catarina no período de 2013 a 2020 e os abates mensais de bovinos, organizados em seis categorias: 1) Total de fêmeas; 2) Fêmeas com aptidão leiteira; 3) Fêmeas com aptidão mista; 4) Fêmeas abatidas para autoconsumo; 5) Total de bovinos (machos+fêmeas); 6) Fêmeas com aptidão leiteira por faixa etária. Os coeficientes de correlação de Pearson foram estimados e as hipóteses de existir correlação diferente de zero foram testadas pela estatística t. Os resultados demonstram que não foi possível estabelecer correlação entre as variações nos preços do leite e o abate da maioria das categorias investigadas (fêmeas com aptidão leiteira; fêmeas com aptidão mista; fêmeas abatidas para autoconsumo). Também não houve correlação em nenhuma das faixas etárias de bovinos leiteiros analisados. Verificou-se a existência de correlação entre o preço do leite e o total de fêmeas (significância de 99%), com r=0,3029 e com o total de bovinos abatidos (machos+fêmeas), com r=0,2789. Diferente do que era esperado, a correlação foi positiva. Os baixos valores de “r” reforçam a perspectiva de que não se trata de uma relação de causalidade, em ambas as situações. Conclui-se não ser possível estabelecer correlação entre os preços do leite e o abate de bovinos leiteiros.  Artigo na integra

Ano: 2021

Autores:
Alexandre Luís Giehl – Epagri/Cepa
Tabajara Marcondes – Epagri/Cepa
Marcia Mondardo – Epagri/Cepa