Publicações da Epagri/Cepa

Publicações da Epagri/Cepa

Resumo: Este documento mostra os principais indicadores de desempenho da  agropecuária e do agronegócio catarinense em 2016 e 2017. Foram calculadas e analisadas variáveis como  valor da produção dos principais produtos, área cultivada, produção, produtividade e relações de troca entre produtos e insumos envolvidos na produção, bem como indicadores de desempenho do comércio exterior. Foram consideradas 51 produções de pecuária, aquicultura, lavouras, silvicultura e extração vegetal. Os resultados mostram que a safra 2017 em Santa Catarina alcançou valor bruto da produção (VBP) de R$ 29,8 bilhões. A produção global foi 5,7% maior que a obtida na safra 2016, mas os preços recebidos pelos produtores foram mais baixos que os do ano anterior. Três produtos foram responsáveis pela metade do VBP: frangos, suínos e leite, que, com soja, fumo, bovinos de corte, madeira em tora e milho, representam mais de 80% do valor total. Os preços médios em 2017 foram 4,7% menores que de 2016, com 29 produtos alcançando preços menores do que na última safra.

Autores
Luiz Toresan
Gláucia de Almeida Padrão
Rogério Goulart Junior
João Rogério Alves
Márcia Mondardo

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

Resumo: Este Boletim Técnico apresenta as percepções de agricultores responsáveis por agronegócios familiares, localizados nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, sobre um conjunto de variáveis de seu ambiente externo e interno, que influenciam a criação de suas estratégias e as suas práticas  e gestão. Os pontos fortes dos agronegócios familiares permitem explorar as oportunidades externas, demonstrando, ao mesmo tempo, que os pontos fracos precisam ser encurralados para minimizar as ameaças. Tendo em conta essa perspectiva, foi aplicado questionário junto aos agricultores e suas famílias para a obtenção dos dados primários. Os resultados do estudo apontaram para o predomínio da percepção de ameaça para o ambiente externo por parte dos entrevistados. Em contrapartida, as variáveis do ambiente interno foram predominantemente percebidas como pontos fortes. O estudo traz resultados que reforçam a necessidade de  desenvolvimento de políticas públicas que estejam em sintonia com a visão do público beneficiado. Os dados levantados precisam ser considerados na proposição de políticas por parte dos agentes públicos, nas ações de  extensão rural, bem como na proposição de novos estudos relacionados ao tema da gestão.

Autores
Luis Augusto Araujo
Alexandre Luís Giehl
Antônio Marco Feliciano
Claudimir Rodrigues
Marlene Grade

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

Resumo: Em Santa Catarina não é recente o fato de muitos agricultores familiares buscarem alternativas econômicas através da agroindustrialização rural de pequena escala, do turismo rural e do artesanato, bem como construírem formas de organização que contribuam para a viabilização dessas iniciativas. É fato que, nos últimos anos, assistimos ao crescimento da importância socioeconômica e política dessas iniciativas para a agricultura familiar e para o desenvolvimento rural estadual

Autores
Janice M. Waintuch Reiter
Marcia Mondardo
Dilvan Luiz Ferrari
Luiz Carlos Mior
Tabajara Marcondes

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

Resumo: O processo de transformação estrutural do espaço rural de Santa Catarina é um fato evidente. Entre seus pontos mais visíveis estão a concentração da produção e a redução do número de produtores de várias cadeias produtivas, a redução da população rural, a redução do número de “jovens rurais”, a dificuldade de sucessão nas propriedades rurais da agricultura familiar, a  mudança na forma de ocupação das terras agrícolas (redução da área de lavouras temporárias e pastagens), a redução da produção para consumo próprio, a diminuição da diversidade produtiva das propriedades
rurais (aumento da especialização), o maior controle do processo produtivo pelos segmentos fornecedores de insumos e compradores da produção, a intensificação das relações de mercado, a ampliação da importância de atividades não agrícolas na ocupação e renda de muitas famílias, entre outros pontos (Silvestro et al., 2001; Altmann et al., 2008; Marcondes, 2010; Mattei, 2010). Nesse processo de mudança, ampliou-se o desafio para encontrar atividades econômicas que permitam a reprodução social de um importante contingente de agricultores familiares. Ainda que a maior parte das instituições e pessoas envolvidas com esse desafio concentre seus  maiores esforços em atividades mais tradicionais, geralmente relacionadas às produções agrícola, pecuária e, em menor grau, florestal, nem sempre isso tem sido possível, pois a escolha mais adequada depende do ponto de vista das famílias dos agricultores, que encontram diferenciadas alternativas de ocupação e renda.

Autores
Tabajara Marcondes
Luiz Carlos Mior
Janice Maria Waintuch Reiter
Marcia Mondardo

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

Resumo: Neste levantamento, buscou-se atualizar os dados da Agricultura Orgânica em Santa Catarina com vistas à disponibilização de informações que possam servir de instrumento para planejar o desenvolvimento do setor em Santa Catarina tanto em nível local, como regional e estadual.  Os dados poderão, assim, nortear iniciativas dos setores público, privado e não governamental nos diversos segmentos integrantes da cadeia de produção,
comercialização e consumo de produtos orgânicos. Espera-se, dessa forma, contribuir com mais uma ferramenta para o fortalecimento da Agricultura Orgânica em Santa Catarina e, por extensão, da agricultura familiar.

Autores
Paulo Ceser Zoldan
Luiz Carlos Mior

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

Resumo: Este documento apresenta os indicadores de desempenho técnicoeconômico dos sistemas de produção de “fumo em estufa” e “fumo em
galpão”, obtidos a partir do monitoramento com contabilidade técnica e gerencial de 70 propriedades localizadas na região de Braço do Norte, Imbuia, Canoinhas e São Miguel do Oeste, eferentes ao ano agrícola 2007/2008. O processamento dos dados técnicos e econômicos foi realizado através do software Contagri, que é um sistema informatizado e contabilidade agrícola e análise comparativa desenvolvido pela Epagri. O trabalho faz parte de uma parceria estabelecida entre a Fetaesc, Souza Cruz e Epagri. Visa, primordialmente, oferecer indicadores que servirão para orientar o processo de gestão das propriedades monitoradas e de outras propriedades que apresentem condições de produção semelhantes a estas.

Autor
Luis Augusto Araújo

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO presente estudo está organizado na seguinte forma. Na primeira parte apresentam-se os objetivos e a metodologia utilizada para a realização da pesquisa. Na segunda há uma síntese das tendências de mercado das principais cadeias produtivas que constituem o agronegócio do Estado, realizada a partir da visão dos entrevistados e também de pesquisa em dados secundários. Na terceira parte apresenta-se a visão dos entrevistados sobre o comportamento futuro de seis variáveis estratégicas no âmbito estadual. Na quarta parte destaca-se a visão de futuro dos entrevistados sobre o desenvolvimento do espaço rural nas distintas regiões catarinenses e quanto ao perfil do agricultor do futuro. Na quinta parte há uma interpretação da equipe dos autores sobre os desafios e as oportunidades que o sistema agroalimentar e o espaço rural catarinense terão em 2015, a partir das perspectivas vislumbradas pelos entrevistados. Na sexta parte está a bibliografia consultada e, por último, os anexos com as tendências nos cenários nacional e internacional da agricultura e do agronegócio e a lista das empresas e organizações sociais entrevistadas por município.

Autor
Rubens Altmann, (in memoriam)
Luiz Carlos Mior
Paulo Zoldan

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoA Epagri, na condição de empresa pública a serviço da agricultura catarinense, estudou as potencialidades, restrições e espaços para o desenvolvimento da viticultura catarinense. O presente trabalho, entre outros, passa a servir como referencial para tomada de decisão da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural – SAR, juntamente com suas empresas filiadas, no sentido de orientar a pesquisa agropecuária, a assistência técnica e extensão rural e os mecanismos de fomento à produção, com base em informações atuais da produção estadual e sua inserção no contexto nacional, suas potencialidades, restrições e o comportamento do mercado como espaço para realização do agronegócio.

Autores

Euclides João Barni
Luiz Marcelino Vieira
Admir Tadeo de Souza
Ilmar Borchardt
Ênio Schuck
Emílio Dela Bruna
Osvaldo Vieira dos Santos
Airton Spies

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoPrograma de Inclusão Digital do Banco do Brasil. No início de 2004 o Banco do Brasil começou o projeto de modernização tecnológica que previa a substituição de aproximadamente 58 mil terminais de múltiplas funções (TMF) na Rede de Agências, Órgãos Regionais e Direção Geral. A partir dos equipamentos substituídos (micros Pentium de 75 a 350 MHz) o Banco lançou o maior Programa de Inclusão Digital do País que priorizava a implantação de Telecentros Comunitários (TC) e Salas de Informática (SI). Até outubro de 2006 foram inaugurados 1.641 espaços em mais de 570 municípios brasileiros, envolvendo mais de 15.000 microcomputadores doados.

Autores

Antônio Marcos Feliciano – Epagri
Danilo Pereira – Epagri
Edis Mafra Lapolli – PPEGC/UFSC
Renato Broetto – Epagri

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoAo longo dos últimos anos, a atividade leiteira vem tendo cada vez mais importância econômica e social para o setor agrícola de Santa Catarina. Atualmente, se constitui num segmento estratégico para a vida de um significativo contingente de produtores rurais, particularmente os familiares, e é responsável pelo movimento econômico de grande parte dos municípios do Estado. No entanto, em Santa Catarina, a cadeia produtiva do leite ainda sofre muito com a pouca articulação dentro das diferentes esferas do setor público e do setor privado, e entre estes, o que é um forte indicativo de que o seu desenvolvimento pode ser sensivelmente ampliado. Essa percepção foi uma das razões que levaram a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) através do seu Centro de Estudos de Safras e Mercados (Epagri/Cepa) e a Federação da Agricultura do
Estado de Santa Catarina (Faesc) a desenvolverem ações nas diversas regiões do Estado, para identificar os principais anseios e dificuldades percebidas pelos agentes da cadeia, cujos resultados estão descritos neste documento, intitulado Estudo da Cadeia do Leite em Santa Catarina: prospecção e demandas. A publicação procura não somente mostrar os aspectos restritivos da cadeia leiteira catarinense, mas principalmente sistematizar os debates, identificar potencialidades e propor encaminhamentos futuros, diante das aspirações levantadas em vários seminários regionais.

Autor
Osvaldo Vieira dos Santos
Tabajara Marcondes
João Lari Félix Cordeiro

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO resultado desse trabalho, bem como a sua continuidade no tempo e seu aperfeiçoamento metodológico, representa um importante salto qualitativo no uso das estatísticas nacionais. Permitirá que a sociedade passe a dispor periodicamente de importantes indicadores do desenvolvimento econômico, a monitorar a atividade econômica no tempo e no espaço,sendo guiada por processos metodológicos reconhecidos internacionalmente. Assim, o País passou a contar com informações referenciadas, baseadas em processos metodológicos reconhecidos e passíveis de comparações, que permitem identificar o perfil econômico dos seus Estados e municípios. Além disso, a atualização constante das séries permitirá identificar a dinâmica das economias locais, seu grau de desenvolvimento e indicativos de suas macro-tendências. Os resultados possibilitarão melhor alocação de recursos e constituem um instrumento fundamental para o planejamento das políticas
públicas.

Autor
Paulo Ceser Zoldan

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoEste trabalho é resultado do subprojeto “Determinação de coeficientes técnicos de mão-de-obra e mecanização, visando a melhoria da gestão das principais atividades da agricultura familiar no Estado de Santa Catarina”, vinculado ao projeto “Estudo e melhoria da gestão técnica e econômica dos sistemas de produção da agricultura familiar de Santa Catarina”. Conforme previa a metodologia do subprojeto, estão sendo disponibilizados os coeficientes para os sistemas já validados com a participação dos empresários rurais. Nesta publicação os coeficientes técnicos estão dispostos em ordem alfabética por atividade a que se referem. Quando são contemplados mais de um sistema, na mesma atividade, estes também são colocados em ordem alfabética.

Autores
Inácio Hugo Rockenbach
Irceu Agostini
Mauricio Cesar Silva
Remi Natalim Dambrós

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoA piscicultura em Santa Catarina, iniciada na década de 70, teve como primeiro objetivo criar uma alternativa de renda para o pequeno produtor rural do interior do estado. Ao longo destes mais de 25 anos mostrou ser um segmento de muita importância, haja vista suas potencialidades e as significativas razões para sua adoção na propriedade, como o aproveitamento de áreas e dos resíduos orgânicos (dejetos), a utilização de
mão-de-obra familiar e um bom retorno financeiro do capital investido. A atividade tornou-se tão expressiva que, atualmente, muitos produtores de peixe
transformaram seu negócio em empreendimentos comerciais, dedicando-se à criação de alevinos, à engorda de peixes ou a alguma atividade de infra-estrutura de lazer, vendendo o seu produto na modalidade pesque-pague. Em busca de maiores informações a respeito da estruturação do setor, o Instituto Cepa/SC apresenta este ESTUDO DE COMPETITIVIDADE DA PISCICULTURA NA REGIÃO OESTE DE SANTA CATARINA

Autores
José Souza Filho 
Ilmar Borchardt 
Luiz Carlos de Carvalho Junior 
David Herzog 

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO presente trabalho, realizado com o apoio do Fundo Rotativo de Estímulo à Pesquisa Agropecuária do Estado de Santa Catarina – Fepa -, através do projeto intitulado “Estudo comparativo para identificação de indicadores de sustentabilidade dos sistemas de produção orgânica em Santa Catarina”, constitui o relatório final da pesquisa e representa mais uma contribuição para reduzir a lacuna de informações e conhecimentos sobre este promissor segmento, sendo parte integrante de outros estudos já realizados pelo Instituto Cepa/SC sobre a agricultura orgânica em Santa Catarina.

Autores
Rubens Altmann
Ana Carla Oltramari

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoAs preocupações com o desenvolvimento sustentável são uma constante, em particular no que tange às atividades agrícolas da agricultura familiar. Neste contexto, o Instituto Cepa, no ano de 2003, publicou dois estudos. O primeiro, teve a finalidade de mapear e caracterizar a agricultura orgânica em Santa Catarina; o segundo, retratou a comercialização e o consumo de produtos agroecológicos na região da Grande Florianópolis.
A fim de aprofundar o conhecimento neste campo é que se realizou este trabalho, destinado a conhecer a dinâmica da comercialização de produtos orgânicos no estado de Santa Catarina, pois esta é uma tarefa que se tem mostrado urgente para todos os interessados na expansão e regulamentação da atividade

Autores
Paulo Zoldan
Karen Follador Karam

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO Instituto Cepa/SC, justamente por considerar muitos dos efeitos negativos de um processo avassalador de globalização, se alinha por esta nova visão de mundo, aplicada particularmente ao espaço rural. O presente estudo, ao traçar perspectivas para a agricultura familiar para o próximo decênio, de modo a oferecer à sociedade informações e diretrizes de orientação, cumpre parte da missão do Instituto Cepa/SC, que está em buscar o desenvolvimento desse espaço rural. Trabalha com a idéia de que há, ou deve haver, espaço para o espaço rural. Espaço para o rural. Para o familiar. Para o pequeno. Sob essa nova ótica. Não se trata da sobrevivência de um modelo antigo. Trata-se do novo rural, do novo familiar…. Propõem-se guias para identificar as tendências atuais e a complexidade da competitividade, em que o novo pelo novo perdeu para o que é bom, de qualidade, saudável e sustentável ….

Diante de tais perspectivas, pretende-se iniciar, com este estudo, um monitoramento contínuo do cenário socioeconômico. Através de estudos, seminários e rastreamento de informações, objetiva-se atualizar e renovar constantemente este cenário, para que, de forma mais apropriada, se possam antever alternativas para o desenvolvimento do nosso espaço rural.

Autores
Rubens Altmann et. al

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoSanta Catarina é o principal produtor brasileiro de mexilhões. Graças às condições privilegiadas de seu litoral e à dedicação das instituições de pesquisa e extensão pôde alcançar este patamar. Com este documento queremos oferecer ao produtor ou interessado na produção deste molusco um instrumento cuja análise permita um melhor gerenciamento dos custos apurados nas propriedades e demonstrar que a criação de mexilhões cultivados é uma atividade que gera renda para o mitilicultor, podendo contribuir para a melhoria da qualidade de vida do produtor e de sua família.

Autores
Instituto Cepa/SC

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoTrata-se de um levantamento dos principais produtos agrícolas e explorações agropecuárias de maior expressão econômica em Santa Catarina, considerando os componentes e coeficientes técnicos e a rentabilidade. Este levantamento tem por base uma relação de solo e aptidão, clima e princípios de sustentabilidade, ou seja, uma relação entre o melhor aproveitamento de insumos e serviços regionais, com o menor impacto ecológico. Estas informações condensam muitos anos de pesquisa e estudos de clima e solo, a comparação entre produtos testados e aventuras bem e mal-sucedidas.

Autor
Ilmar Borchardt

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO principal objetivo destes cálculos é subsidiar a tomada de decisões na esfera pública e na esfera privada. O IPP, IPR e o IPRr podem ser
importantes instrumentos de política agrícola e  acompanhamento da conjuntura, na medida em que revelam as condições do mercado de produtos e insumos agrícolas.

 

Autores
Márcia J. Freitas da Cunha Varaschin
José de Souza Filho
Paulo Céser Zoldan

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO presente estudo tem como questão central a análise das dificuldades representadas pelas normas e legislações em vigor em relação ao agroturismo desenvolvido por agricultores familiares. Nas experiências mais organizadas – os chamados circuitos de agroturismo, que já recebem um fluxo maior de visitantes -, esta questão é bastante importante, começando a inibir o desenvolvimento da atividade.

Autores
Luis Toresan
Márcia J.F. Cunha Varaschin

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoA presente proposta refere-se a um estudo com vistas à implantação na Serra Catarinense de um museu a céu aberto do agricultor de Santa Catarina. O estudo deverá contar com a participação de profissionais de diversas áreas e instituições públicas e privadas, visando preliminarmente a um desenho e proposta de formato, para posteriormente submeter a potenciais investidores.

Autores
Paulo Zoldan
Carlos Cappelini

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO presente estudo, produto de um dos órgãos do governo que atua no segmento agricultura, procura avaliar o impacto do uso da tecnologia da informação sobre o poder decisório do agricultor familiar catarinense. Nos países desenvolvidos, as propriedades agrícolas atuam sob rotinas típicas das empresas urbanas. É comum o emprego de técnicas de marketing, controle do processo produtivo, práticas de administração rural, análise de mercado, enfim, trabalham com um nível elevado de profissionalização do negócio agrícola. Além desses aspectos, nos Estados Unidos, por exemplo, no final de 2003, 70% de 1,5 milhão de fazendas estavam conectadas à internet, ou seja, as propriedades norte-americanas vêm incorporando a utilização da grande rede como ferramenta para o agribusiness. 

Autores
Antonio Marcos Feliciano
Danilo Pereira
Ilmar Borchardt
Renato Deggau

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO Programa de Inclusão Digital – Beija-Flor visa contribuir para promover a inclusão digital de uma parcela significativa da população de Santa
Catarina, que está à margem da inovação tecnológica proporcionada pela informática. O público-alvo do projeto são os agricultores e pescadores e suas famílias, principalmente os jovens, que, sem acesso aos recursos da informática disponíveis nos centros urbanos, encontram pouca motivação para permanecer no campo e nas comunidades pesqueiras. Com uma população de 5,3 milhões de habitantes, Santa Catarina conta com 20% desse contingente no meio rural, constituindo pequenas empresas rurais geradoras de produção e de emprego para 1,15 milhão de pessoas, 350 mil dos quais são crianças e jovens.

Autores
Antonio Marcos Feliciano – Sociólogo
Renato Broetto – Secretário Adjunto

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoSanta Catarina é, atualmente, o maior produtor nacional de ostras cultivadas. Essa atividade foi implantada pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Difusão de Tecnologia – Epagri e a Universidade Federal de Santa Catarina – Ufsc, ao final da década de oitenta, objetivando complementar a renda do pescador artesanal contribuindo com a fixação do pescador nas suas comunidades de origem. O Instituto Cepa/SC, com o apoio financeiro do Fepa – Fundo Rotativo de Estímulo à Pesquisa Agropecuária e a colaboração da Epagri – empresa que tem acompanhado de perto os produtores ao longo do ciclo produtivo – apresenta, por meio deste documento, um custo referencial de implantação de cultivo e produção de ostras da espécie Crassostrea gigas, trazendo parâmetros cuja utilização possa auxiliar na tomada de decisão de técnicos, produtores e outros envolvidos com a atividade. 

Autores
José Souza Filho

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoA piscicultura em Santa Catarina, iniciada na década de 70, teve como primeiro objetivo criar uma alternativa de renda para o pequeno produtor rural do interior do estado. Ao longo destes mais de 25 anos mostrou ser um segmento de muita  importância, haja vista suas potencialidades e as significativas razões para sua adoção na propriedade, como o aproveitamento de áreas e dos resíduos orgânicos (dejetos), a utilização de mão-de-obra familiar e um bom retorno financeiro por capital investido.

Autores
José Souza Filho
Claudemir Luiz Schappo
Sérgio Tadeu Jurovsky Tamassia

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO Levantamento Agropecuário de Santa Catarina – LAC, executado pelas entidades da Secretaria da Agricultura e Política Rural – Cidasc, Epagri, Instituto Cepa e Ceasa – foi fruto de um grande esforço que visou, fundamentalmente, ampliar o conhecimento sobre a vida dos agricultores catarinenses, suas famílias, os estabelecimentos agrícolas em que trabalham e sobre a produção que eles geram nos mesmos, com os seus diversos nuances.

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

Resumo:  O consumo de alimentos “limpos e saudáveis”, isentos de insumos químicos e sintéticos, está na pauta do debate atual. Entretanto, as iniciativas nesta direção são ainda incipientes e restritas, com pouca participação do setor público no que se refere a políticas específicas, voltadas a apoiar a produção, a comercialização e a informação, que facilitem o acesso do consumidor aos alimentos agroecológicos. Concomitantemente ao crescimento da produção de alimentos pelos sistemas de produção sustentável – agroecologia, agricultura orgânica, biodinâmica, permacultura, entre outras -, pesquisas indicam que o consumidor vem acompanhando esta tendência, buscando sistematicamente os alimentos sem agrotóxicos ou
insumos sintéticos, pelos muitos males que provocam à saúde humana e ao meio ambiente. Com a finalidade principal de caracterizar o consumidor desse tipo de produto e identificar e caracterizar os locais de comercialização, é que se realizou esta pesquisa. Seu objetivo vai além de simplesmente preencher uma lacuna neste campo; pretende-se que os resultados colaborem para que o setor público, as organizações nãogovernamentais e a sociedade civil em geral atuem para a ampliação da oferta, estimulem a comercialização com bases solidárias, ampliem e divulguem informação sobre os agroecológicos.

Autores
Karen Follador Karam
Paulo Zoldan

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

Resumo:  Realizado pelo Instituto Cepa, a pedido da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social, Urbano e Meio Ambiente, este “Diagnóstico da Exclusão Social em Santa Catarina – Mapa da Fome” pretende ser um aliado importante neste mutirão nacional pela erradicação da fome
e da miséria, um instrumento poderoso para permitir que os recursos públicos sejam aplicados de forma mais cirúrgica, eficaz e, de fato, resolutiva.

Autores
Ilmar Borchardt
César Augusto Freyesleben Silva
Antônio Marcos Feliciano

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO objetivo central deste trabalho é fornecer subsídios para a formulação de propostas de políticas públicas para o setor rural e de diretrizes para a consolidação de um processo de desenvolvimento sustentável. As informações aqui levantadas buscam contribuir para a compreensão de alguns aspectos subjacentes do desenvolvimento rural que vêm limitando o acesso de um grande contingente de trabalhadores à ocupação econômica e às oportunidades de geração de renda, levando ao desemprego e à exclusão de parcela significativa da população rural.

Autores
Cesar Augusto Freyesleben Silva
Francisco Carlos Heiden
Vilênia Venâncio Porto Aguiar
José Maria Paul

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoFoi com o objetivo de colher informações sobre este segmento no estado e nos municípios de Santa Catarina que o Instituto Cepa/SC se propôs o levantamento e uma primeira sistematização das informações. A presente publicação é o resultado deste ponto de partida, lançado ao público
como primeiro esboço de um aspecto da produção que deverá crescer, mas de acordo com uma política e diretrizes para um desenvolvimento ordenado.

Autores
Ana Carla Oltramari
Paulo Zoldan
Rubens Altmann

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoA necessidade de melhorar a competitividade da fruta catarinense no mercado ensejou ao Instituto de Planejamento e Economia Agrícola de Santa Catarina – Instituto Cepa/SC -, em parceria com o MDA/Pronaf, a realização do presente trabalho, objetivando analisar os fatores que afetam a qualidade, focando especialmente a apresentação da banana produzida pelos agricultores familiares do estado. O trabalho visa a conhecer os pontos de estrangulamento que afetam a comercialização da banana, desde a produção até o consumidor final.

Autores
Ademir Tadeo de Souza
Osmar Alcides Conceição

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoMesmo atingindo níveis de produtividade média satisfatórios para as condições catarinenses, a cebola ainda carece de qualidade quando comparada com a cebola argentina, fazendo com que a sua competitividade seja, muitas vezes, prejudicada. Diante desta situação, o Instituto de Planejamento e Economia Agrícola de Santa Catarina – Instituto Cepa/SC -, em parceria com o MDA/Pronaf, propôs -se analisar os fatores que afetam a qualidade da cebola na agricultura familiar. Este trabalho foi desenvolvido com o envolvimento de importantes componentes do setor, inclusive os agricultores e seus representantes, passando pelo comércio dos insumos e da produção e pelos consumidores, mediante estudos e análises dos cenários, do mercado e dos preços, além dos diversos segmentos do sistema produtivo da atividade no estado, no Brasil e no Mercosul.

Autor
Guido Boeing

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO Instituto Cepa/SC, no intuito de conhecer um pouco melhor esse modelo, financiado pelo MDA/Pronaf, em parceria com a Epagri e a Acaq, apresenta o “ESTUDO DE COMPETITIVIDADE DOS PISCICULTORES DA REGIÃO DO ALTO VALE DO ITAJAÍ NO ESTADO DE SANTA CATARINA”. O trabalho, que se pauta numa pesquisa realizada nas unidades rurais que se dedicam à piscicultura, àcriação de alevinos e ao pesque-pague, como
empreendimentos comerciais, traz a público as principais questões que traduzem a competitividade da atividade, com a comprovação de sua possível adoção nas propriedades de uma região cuja economia gira em torno da exploração de culturas conhecidas e adotadas há mais tempo pelos
produtores rurais, como a cebola e o arroz.

Autores
José Souza Filho
Claudemir Luiz Schappo
Sérgio Tadeu Jurovsky Tamassia
Ilmar Borchardt

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoEste documento mostra as reais dimensões deste segmento e sua importância relativamente à agricultura. Registra as deficiências na área de financiamento, na infra-estrutura e, sobretudo, a necessidade de mais instrumentos de apoio.Ao mesmo tempo que se levantaram as dificuldades, buscaram-se os resultados positivos de várias iniciativas. Com mais este trabalho, o Instituto Cepa/SC e as entidades parceiras estão contribuindo para a melhoria do conhecimento e das políticas de apoio às atividades turísticas no espaço rural, em especial do agroturismo.

Autores
Luiz Toresan
Daniela Nart
Lauro Mattei
Roselita Bonelli Bittencourt
Thaíse Costa Guzzatti

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoEmbora o consumo per cápita de farinha no Brasil se mostre declinante (o coeficiente elasticidade-renda é negativo), o mercado se apresenta favorável para a produção de derivados de mandioca, com destaque para o polvilho, principalmente devido às tradições culturais. Se o contexto de mercado mostra oportunidades favoráveis ao desenvolvimento desta cadeia produtiva, que fatos e circunstâncias estariam, então, comprometendo a existência das micro, pequenas e médias agroindústrias? Buscando responder a esta questão, o Instituto Cepa/SC, através do Projeto Observatório do Agronegócio e com o apoio do Pronaf, realizou um levantamento junto a estas indústrias farinheiras e COMPETITIVIDADE DAS FARINHEIRAS E POLVILHEIRAS EM SC polvilheiras no Alto Vale do Itajaí, Sul Catarinense e Grande Florianópolis, visando caracterizar os produtores, traçar o perfil das agroindústrias e identificar os fatores que afetam a competitividade destes empreendimentos.

Autores
Luiz Marcelino Vieira et al

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoA Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura de Santa Catarina, através do Instituto Cepa/SC, em parceria com a Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia e com a Rede Cepagro, com apoio financeiro do Pronaf, realizou o primeiro levantamento cadastral destes empreendimentos no território catarinense. A pesquisa teve o propósito de melhor conhecer as atividades do turismo no espaço rural, seus impactos e possibilidades para a agricultura familiar. Esta publicação apresenta os principais resultados do levantamento e oferece algumas sugestões de diretrizes de políticas públicas de desenvolvimento do turismo no espaço rural. Com este trabalho, espera-se contribuir para a melhoria do conhecimento e para a formulação de políticas públicas ao apoio às atividades turísticas no espaço rural, em especial do agroturismo.

Autores
Luiz Toresan et al

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoCom este trabalho, espera-se contribuir para um melhor conhecimento da situação da produção agropecuária nas diversas microrregiões geográficas do estado para a formulação, correção e adequação de políticas públicas ao apoio do desenvolvimento rural sustentável, para que os agricultores e pescadores, com suas respectivas famílias, possam ter no trabalho a fonte de renda e a garantia de sua dignidade e satisfação.

Autores
Vitório Manoel Varaschin
Carlos Luiz Gandin
Carlos Nery R. Cavalheiro
Djalma Rogério Guimarães

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO maracujá é uma cultura relativamente nova em Santa Catarina e tem-se mostrado uma alternativa a mais de renda para grande número de produtores rurais das regiões Sul e Litoral Norte do estado. Dando, assim, continuidade a estes estudos de economia e mercado de produtos agrícolas, o Instituto Cepa/SC divulga este documento com informações sobre a cultura, enfocando principalmente a análise de produção e seus custos, as características da exploração e os aspectos de comercialização, com o objetivo de orientar os produtores, comerciantes e demais interessados na promoção do desenvolvimento e aprimoramento da cultura no estado.

Autores
Janice Maria Waintuch Reiter
Francisco Carlos Heiden

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoO presente estudo, em consonância com os objetivos e prioridades do Governo apresenta subsídios não apenas para a formulação de políticas para o setor, mas e fundamentalmente, para o desenvolvimento da piscicultura de água doce na pequena propriedade rural. Para tanto, é identificado o potencial de consumo existente nas regiões, para orientar a localização e o volume da produção e da industrialização, de forma a permitir uma oferta constante de peixe fresco a baixo custo. Assim, o estudo não apresenta apenas as condições para aumentar a renda da pequena propriedade através do aproveitamento dos recursos disponíveis e da agregação de valor ao produto primário pelo processamento e venda do produto diretamente ao consumidor, mas também cita a experiência catarinense e as tecnologias conhecidas e aplicadas em todo o processo. Pretende ainda, que o trabalho possa servir de orientador metodológico para estudos similares em outros estados.

Autores
José Eláudio Della Giustina
Mauro Roczanski

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoEste estudo, além de procurar prover os órgãos públicos e privados com informações sobre a cultura, no sentido de subsidiar eventuais tratativas no âmbito do Mercosul, tem por objetivo principal a análise de questões de produção e comercialização e dos problemas que deverão surgir entre os países membros, além de oferecer sugestões de caminhos para uma melhor integração comercial dos países integrantes deste bloco comercial.

Autores
Guido Boeing
João Carlos Seben

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoDando continuidade à série de estudos sobre economia e mercado de produtos agrícolas, o Instituto Cepa/SC divulga o presente documento com o objetivo de oferecer informações mais detalhadas sobre a cultura do milho: sua importância socioeconômica no estado, no país e no mundo; características da exploração; comercialização; abastecimento e mercado, além de aspectos ambientais, de transporte e suas implicações no âmbito do Mercosul.

Autor
Simão Brugnago Neto

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

ResumoCom o “Estudo de Economia e Mercado de Produtos Agrícolas, 2 – Banana”, o Instituto Cepa/SC dá continuidade a série de estudos iniciada este ano, com o propósito de oferecer informaçoes do setor agrícola aos diversos segmentos da sociedade. Este trabalho enfoca a cultura da banana, tratando particularmente dos aspectos de tecnologia de produção, comercialização e perspectivas de mercado no âmbito do Mercosul.

Autores
Admir Tadeo de Souza
Alcides da Nova Peixoto
Dagwin Wachholz

Forma de disponibilização 
  Livre download [ CLIQUE AQUI ] 

© 1996 - 2019 Epagri. Direitos reservados